Domingo, 22 de Novembro de 2009

ORIENTAÇÃO TUTORIAL

Desde há muito que a figura de TUTOR em contexto académico, e nomeadamente no âmbito do Ensino Superior, me fascinou e intrigou. A aproximação ao modelo fi-la principalmente através do cinema. Lembro-me de pensar, como eu gostava de frequentar aquelas escolas. Ao longo da minha formação académica, tenho ideia que no intímo, sem o professor o saber, sempre elegi o meu tutor. À distância, acho que estabeleci, sem o racionalizar, o que  queria daquela Pessoa: receber informação extra que, eventualmente, só a mim interessava, trocar ideias em pequenos grupos, contactar com assuntos que estariam para lá do formal de cada disciplina - hoje unidade curricular -, partilhar acontecimentos culturais.  Mas, pensando bem, directa ou indirectamente, tudo ampliava os impactos dos conteúdos programáticos isolados, ou do curso no seu conjunto. Tudo me ligava mais aquela Escola.  Não via o tutorado como uma sessão de dúvidas - isto era na esfera do formal, do obrigatório. Mas também procurava ajudas práticas, muito diversas. 

Falo disto porquê? Porque desde que o Processo Bolonha foi lançado que a Orientação Tutorial está em cima da mesa. E está contemplada  no Número total de horas de trabalho.

Mas basta uma navegação pela internet para se perceber, ou me engano muito, que está a ser difícil equacionar o assunto. Ou seja, está a ser difícil lidar com o TUTORADO em termos conceptuais e na identificação de acções que o concretizem, sem que isso não deixe de se parecer com, ou substituir, sessões de dúvidas e revisões de matéria dada tradicionais. E acho que está a ser difícil porque estamos no sec. XXI, em tempo em que tudo parece estar ao dispor do estudante, e em que a sua autonomia é «tiro e queda». Não me parece.

Neste quadro, fiquei muito entusiasmada quando vi uma abordagem desta matéria através de um PROJECTO TUTORADO, onde tudo leva a crer  que vamos aprender fazendo, para  depois generalizar. Falta dizer que fui «convocada» para um desses projectos. Estou entusiasmada mas também «aterrada». Será que vamos conseguir? Claro que vamos! Sou optimista por natureza. Isto está a passar-se no ISCAL - Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa.

publicado por MAF às 12:49

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO - CPLP

É sempre útil estar a par das dinâmicas que se vão impondo, como a que o anúncio seguinte divulga.

 

 

SAIBA MAIS AQUI

 

publicado por MAF às 14:50

link do post | comentar | favorito
Domingo, 1 de Novembro de 2009

QUALIDADE DO ENSINO SUPERIOR

 

 

Qualquer  interessado no Ensino Superior deve estar familiarizado com o sistema existente para garantir a sua qualidade. Neste quadro, conhecer a Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior - A3ES  impõe-se. Chamamos a atenção para o Regulamento Normativo n.º 1/2009, de 25 de Setembro, que estabelece o regime de procedimentos de avaliação e acreditação das instituições de ensino superior e dos seus ciclos de estudos que pode ler no  site da Agência, ou seja, aqui.

publicado por MAF às 10:51

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CENTRE FOR GLOBAL HIGHER ...

. «OEB Global, incorporatin...

. PORVIR | O Futuro se apre...

. NO FÓRUM DAVOS 2014 | Sob...

. «LEADERSHIP DIRECT»

. «MOOC»

. CURSOS SUPERIORES DE CURT...

. CURSOS SUPERIORES DE DOIS...

. «ENSINO BÁSICO PROFISSION...

. PROFESSORES

.arquivos

. Novembro 2019

. Agosto 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds